65 3054 5323 Av. Ten. Coronel Duarte, 1585
Dom Aquino - Cuiabá / MT

Gado Facil

Notícias
Acrimat analisa como será o 2º semestre para a pecuária

A Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) realizou nesta terça (26) sua segunda webinar, onde foi debatida a “Atualização sobre as perspectivas do setor pecuário para 2020”. A temática foi desenvolvida pelo médico veterinário Rodrigo Albuquerque, uma das vozes mais respeitadas da pecuária nacional.

Albuquerque ponderou que a atual pandemia não gerou crise para a pecuária no primeiro semestre e o bom desempenho deverá se consolidar ao longo do ano. “A exportação continuará sendo a tábua de salvação do setor, sem comprometer o abastecimento interno”, avaliou.

Com mediação do 2º vice-presidente da Acrimat, Luís Fernando Conte, e apresentação da diretora executiva da entidade, Daniella Bueno, o evento chamou atenção pelo expressivo número de participantes e pela condução da apresentação feita por Albuquerque.

“O Rodrigo soube passar para o público, de forma simples e objetiva, um conteúdo repleto de números, gráficos, dados e análises, que tratado de outra maneira, seria de difícil entendimento; mas que apresentado com clareza e domínio, como feito pelo nosso convidado, foi de grande proveito para todos”, destacou Conte.

O médico veterinário iniciou a live apresentando um cenário onde imperam problemas causados pela pandemia em diversas atividades econômicas, mas que de certa forma pouco afetaram o setor pecuário. “Vemos o boi pasto no auge, crise econômica, pandemia, e me pergunto: onde está a crise na pecuária?”, questionou o entrevistado.

Albuquerque fez um recorte dos últimos 13 anos da atividade pecuária no Brasil, e afirmou que 2020 pouco deve para os anos anteriores em desempenho econômico. Destacou que que não há derretimento de preço da arroba do boi, e que as projeções da Bolsa de Valores para o valor da arroba a partir de julho são de que ela será negociada a R$ 204@.

Definiu a atual crise como ‘crise tosa de porco’. “Existe muito barulho por nada”. Lembrou em seguido que os preços estão 21% acima dos registrados em 2019, e que estamos bem longes de um cenário negativo, levando em conta comparativo com os últimos 13 anos.

Contudo, alertou que os pecuaristas devem encarar o futuro com cautela, se protegendo de eventuais percalços. “O passado nos dá uma tendência, e é importante olhar para trás para planejar o futuro”, completou o veterinário.

Tripé

Albuquerque chamou atenção para o que chama de tripé, o que na sua opinião é algo essencial para o pecuarista se manter no negócio. “O pecuarista tem que ter em mente três coisas: a gestão do sistema de produção; tendência, pois temos que trabalhar com um cenário para podermos produzir; e assimetria, pois a pecuária é uma atividade que trabalha com construção de margem”.

Sobre a crise, disse que na economia quem ganha mais é o que arrisca mais. “A crise deve ser encarada como oportunidade, um momento que devemos aproveitar para nos reinventar”.

Participação

Após a apresentação. Albuquerque respondeu algumas perguntas, como a do consultor técnico Paolo Peres, de Juara, que quis saber sobre mercado, mais especificamente sobre a exportação. “O boi China é o que nos sustenta”, disse o veterinário, que completou: “se eu encontrasse um chinês agora, eu o agradeceria”.

Disse ainda que o Brasil não vai exportar tanto a ponto de desabastecer o mercado interno.

Webinar

A webinar na íntegra você pode acessar na nossa página do YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=qeSs-IvPtOg

Notícias
China libera entrada de carne bovina do Brasil Os embarques para o país asiático estavam suspensos desde o dia 4 de setembro, quando o Brasil identificou e comunicou dois casos atípicos da Encefalopatia Espongiforme Bovina
Boi gordo: frigoríficos começam a armar as estratégias de compra de boiadas após reabertura do mercado chinês Cotações seguem estáveis em SP, segundo apuração da Scot Consultoria; arroba do macho vale R$ 312/@, enquanto a vaca e a novilha prontas para abate são vendidas por 293/@ e R$ 305/@, respectivamente
Com queda do milho, relação de troca boi gordo/grão tem melhora em MT O decréscimo mais intenso nas cotações do milho e do caroço de algodão registrado no comparativo entre os meses de agosto e setembro deste ano possibilitou a melhora da relação de troca entre a arroba de boi gordo e a saca desses produtos em Mato Grosso. De acordo com os dados do boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea
Mercado do boi gordo: compradores ausentes em São Paulo Com o feriado nacional na última terça-feira (12/10) e escalas já programadas para esta semana, o cenário foi de compradores ausentes no mercado na manhã da última segunda-feira (11/10). Com isso, em São Paulo, os preços ficaram estáveis na comparação feita com o levantamento anterior, de sexta-feira (8/10). Segundo levantamento da Scot Consu
Arábia Saudita retoma importação de frigoríficos de Minas Gerais após embargo de 10 dias As compras haviam sido suspensas no dia 6 de setembro, após a confirmação de um caso atípico do "mal da vaca louca" no Estado
Indústria frigorífica ganha fôlego em MT Em meio às incertezas e ao risco do aumento no desemprego, o Governo de Mato Grosso sinaliza positivamente ao setor produtivo. A indústria frigorífica vem dando sinais de desaquecimento, com o enxugamento de parte das empresas, e elas têm reclamado nos últimos meses da necessidade de um auxílio por parte do governo. Pequenas e médias empresas
Pressão no mercado do boi gordo Em São Paulo, após a queda de R$2,00/@ do boi gordo e R$1,00/@ da novilha gorda no dia 24/8, a maior parte dos frigoríficos mantiveram os preços na última quarta-feira (25/8) na comparação feita dia a dia, com compradores fora do mercado. Embora estável, a pressão de baixa perdura. Segundo levantamento da Scot Consultoria, o boi, vaca e novilh
Imea atualiza amostragem; número de animais confinados chega a 884 mil números do confinamento em Mato Grosso, e com uma mudança na quantidade de informantes – agora são 186 confinadores relatando seus dados ao instituto -, houve um aumento significativo no número final de animais confinados: 884,8 mil cabeças de gado em confinamento, número 5,65% superior à estimativa de abril. Com a divulgação do segundo levantam
Frigoríficos com escalas de abate confortáveis em São Paulo As cotações ficaram estáveis na comparação feita dia a dia para todas as categorias em São Paulo, visto que boa parte dos frigoríficos estão com escalas de abates alongadas e, com isso, ficaram fora das compras na manhã de quarta-feira (18/8). No Sudeste de Rondônia houve estabilidade no preço do boi gordo, no entanto a cotação de vacas e novi
Como os confinamentos estão transformando bovinos em “atletas de alta performance”? Em entrevista ao Giro do Boi desta terça, 27, o engenheiro agrônomo Felipe Bortolotto, consultor técnico nacional de bovinos de corte da Cargill, compartilhou os resultados do 5º Benchmarking de Confinamento da companhia e explicou como os confinamentos estão aproveitando o ritmo de olimpíadas para transformar os bovinos, tanto machos como até as f
agência dream